6 Razões para usar o Título de Capitalização para Alugar um Imóvel

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Muita gente já ouviu falar sobre o Título de Capitalização para fins de aplicação e poupança. Mas, o uso desse meio para locação ainda pode ser algo desconhecido para algumas pessoas, apesar de ser uma forma muito segura e a menos burocrática dentre todas para garantir que o contrato beneficie os envolvidos. Por este motivo, neste artigo, trouxemos informações relevantes sobre o Título de Capitalização e quais são suas aplicações mais comuns.

Segundo a legislação nacional, ao colocar um imóvel para locação, o proprietário pode pedir quatro tipos de garantias ao interessado: caução, fiador, seguro-fiança ou título de capitalização. O caução é um depósito feito em uma conta poupança regulamentada pelo Poder Público – geralmente referente ao valor de três meses de aluguel – feito pelo inquilino antes de entrar no imóvel. Este dinheiro fica retido para casos de descumprimento de pagamento pelo locatário.

Quanto a garantia envolvendo fiador, ela é feita da seguinte forma: um amigo ou parente do interessado, entra em contato com a imobiliária e, no momento da elaboração do contrato, se compromete a arcar com a inadimplência dele. Esse responsável precisa ter um imóvel em seu nome e estar em dia nos órgãos de restrição ao crédito. Em caso de não pagamento do aluguel, os bens podem até ir para leilão.

Já no seguro-fiança, uma seguradora responderá quando houver problemas por parte do inquilino. É feito um contrato de seguro e a seguradora cobra o determinado valor pelo risco de inadimplência do inquilino. Porém, este valor pago não retorna para quem está alugando o imóvel.

E, por fim, temos o Título de Capitalização, que funciona da seguinte forma: o locador negocia com o inquilino uma determinada quantia que servirá para quitar a vista o Título de Capitalização que é dado em caução pelo inquilino. Caso haja algum problema, este Título de Capitalização será resgatado pelo locador ou imobiliária para quitar eventuais débitos da locação. No fim do contrato, se tudo correr bem, ele volta para o inquilino. É uma boa saída para quem quer alugar um imóvel, sem depender de terceiros, de modo simples e rápido.

Mas, muitas pessoas ainda têm algumas dúvidas sobre como essa modalidade funciona de fato. Isso porque é uma forma menos divulgada de realizar a garantia de um imóvel. Para trazer melhores esclarecimentos sobre o Título de Capitalização Aluguel, trouxemos neste artigo informações que são relevantes para quem quer buscá-lo como meio de conseguir mudar de casa sem muitos transtornos. Por esse motivo, separamos 6 razões para que você opte pelo Título de Capitalização neste tipo de negociação.

1 – Menos burocracia

Para a contratação de um Título de Capitalização, a burocracia é mínima . Será preciso apenas acordar o valor entre o locador e o inquilino e este, fará a quitação do contrato de capitalização aluguel no valor acordado. Geralmente, a negociação é feita por meio de uma imobiliária, entretanto, o responsável técnico pela intermediação do contrato de capitalização entre o locatário, a imobiliária e a seguradora, é o corretor de seguros especializado neste tipo de contrato.

Quando todos os procedimentos são feitos pela corretora de seguros, os envolvidos quase não possuem nenhum trabalho, precisando apenas fixar o quanto será aplicado no título e fornecer os dados cadastrais do inquilino, do locador ou da imobiliária e o endereço do imóvel que se pretende locar. Já quando a locação é feita diretamente com o dono do imóvel, é preciso também procurar um corretor especialista neste tipo de garantia. Esse corretor também será o responsável pelos procedimentos na contratação e no resgate do título, evitando que as partes envolvida (locador e inquilino) se preocupem com o mínimo de burocracia que é a parte chata.

O valor mínimo para investir no título gira em torno de R$ 2.000,00. Porém, essa cifra varia bastante  dependendo do acordo entre o locador e o futuro inquilino. Mas, é preciso relembrar que dinheiro será devolvido ao final do contrato, caso não hajam débitos. De forma geral, a grande vantagem do título de capitalização está justamente na facilidade de aprovação. Uma análise comum pode durar dias, em contrapartida, a contratação do Título pode levar apenas algumas horas.

2 – Dispensa o Fiador

Um problema enorme quando o assunto é aluguel de imóveis está no fiador. Não é tarefa fácil encontrar alguém que esteja disposto a arcar com a responsabilidade de oferecer garantia em um contrato que pode durar anos. Geralmente, quem aceita essa missão são pessoas muito próximas, como familiares, o que acaba trazendo inúmeros problemas quando há alguma inadimplência por falta de emprego ou até mesmo danos ao imóvel por algum motivo. Não existe como prever situações de risco.

Apesar dessa modalidade não exigir depósitos, ela ainda é a mais arriscada, burocrática e faz com que o inquilino fique dependendo de uma terceira pessoa para conseguir realizar a transação. Isso não ocorre com o Título de Capitalização, onde a transação é feita apenas entre proprietário ou imobiliária, inquilino, corretora e a seguradora.

Portrait of happy family with two children looking at camera and laughing

3- Não exige análise de crédito

Nessa modalidade, não é necessário que o inquilino passe por análise de crédito de nenhum tipo e também por comprovação de renda por parte da seguradora. Porém, o locador geralmente faz a análise do cadastro do pretendente a locação. Apesar disso, essa ainda é uma ótima solução para trabalhadores autônomos, empresários e demais público, principalmente, para quem tem reservas financeiras e não deseja passar pelo constrangimento de pedir para algum parente ou amigo ser um fiador.  O próprio título será uma garantia para ambos os envolvidos, já que ele consiste em uma aplicação de valor considerável. Dessa forma, é possível se planejar para dispor do dinheiro que será preciso aplicar, sem a burocracia toda dos meios mais conhecidos. Com o valor em mãos, a negociação corre rapidamente e logo é aprovada.

No Título, existe maior garantia para ambos e, apesar do valor ser mais alto, ele é devolvido ao fim do contrato, caso tudo esteja em ordem. É uma forma de fazer com que o imóvel seja mantido em perfeito estado e sejam evitados problemas futuros para os dois envolvidos na negociação. Apesar do Seguro Fiança oferecer também garantias amplas para o locador ou imobiliária, o grande diferencial do Título de Capitalização é poder resgatar o investimento ao fim do contrato, o que não ocorre no caso do seguro, pois a seguradora cobra o preço pelo risco de inadimplência do locatário.

4 – O inquilino recebe de volta 100% do valor investido

Vamos explicar melhor nesse tópico como funciona a devolução do dinheiro aplicado. Supondo que foi investido R$ 2.000,00 para o Título de Capitalização Aluguel. Ao fim do contrato, o inquilino irá resgatar esse valor em 100%. Levando em conta os benefícios de serviços que a seguradora irá prestar, a facilidade de contratação e a rapidez de negociação, essa modalidade ainda é a melhor.

Por isso, uma dica é importante para evitar perdas: É essencial realizar a contratação de forma com que ela acabe exatamente quando acaba o período de aluguel. Pois, quando é solicitado o resgate antes do prazo estipulado, podem ocorrer alguns descontos, que variam de empresa para empresa. Para o proprietário, só é permitido resgatar o dinheiro caso ele comprove que o inquilino descumpriu alguma cláusula do contrato, como inadimplência e danos ao imóvel ou a pintura, quando o imóvel for  entregue com pintura nova .

5- Assistência gratuita em reparos emergenciais à residência

As vantagens para o inquilino não param só com os sorteios de prêmios em dinheiro. Além disso, é possível utilizar a Assistência Gratuita 24h. Ela inclui serviços de chaveiro, encanador, eletricista, vidraceiro, entre outros. Os serviços são referentes a pequenos reparos ocasionados de forma inesperada e a grande maioria deles o seguro cobre até duas ocorrências.

É fácil e rápido solicitar o serviço. Basta entrar em contato com a Central de Assistência 24h Residencial pelo telefone 0800 702-5447 logo após a ocorrência e informar nome completo, número do Título de Capitalização, o endereço da residência e o serviço da assistência que necessita. Confira a lista de alguns serviços disponíveis:

Chaveiro
Assistência no caso de perda ou roubo das chaves do imóvel;
Assistência por roubo ou furto de residência;

Encanador
Atendimento emergencial para obstrução de vazamento interno que possa ocasionar alagamento;

Eletricista
Assistência em caso de falta de energia por causa de falha ou avaria da rede elétrica do imóvel;

Vidraceiro
Conserto ou substituição de portas e janelas de vidro que comprometa a segurança do imóvel.

6- Sorteios e Prêmios

Como foi dito, o Título de Capitalização ainda oferecem sorteios e prêmios.  Durante o tempo de contratação, o inquilino concorre mensalmente a prêmios financeiros correspondentes a duas vezes o valor do título caucionado. Mas, falando de forma geral, o prêmio é quase sempre baseado no quanto foi investido por todos os clientes. Um exemplo: o valor do título uma vez na semana ou duas vezes o valor do título uma vez no mês. São feitos através da Loteria Federal e o nome do Título é divulgado por essa modalidade. As regras e a maneira como os sorteios serão feitos depende muito da empresa e de tudo que está estabelecido no contrato de capitalização.

Conclusão

Apresentamos neste artigo todas as informações relevantes para quem precisa alugar um imóvel e pensa em fazê-lo por meio de um Título de Capitalização. Podemos afirmar, de maneira geral, que esta modalidade é uma das mais vantajosas, dependendo de fatores influenciadores, como situação financeira, por exemplo.

Já a caução em dinheiro (que a lei do inquilinato limita até 3 vezes o valor do aluguel) pode trazer problemas ao proprietário, por não garantir totalmente o risco da inadimplência, além dos possíveis prejuízos com danos ao imóvel que ficam sem reparação, o que tem causado uma diminuição drástica nesse tipo de negociação. Em relação ao seguro-fiança, apesar de ser mais garantido, não ocorre a devolução do dinheiro, o que faz com que a maioria dos candidatos à inquilinos desistam dessa modalidade, que às vezes é mais oneroso para alguns perfis de cliente.

Apesar do Título de Capitalização ser a segunda garantia mais utilizada no mercado de locação, muitos inquilinos ainda não a conhecem detalhadamente. O motivo para isso está mais relacionado à falta de informação do que de fato à falta de vantagens. É importante ter em mente que qualquer investimento precisa ser bem planejado e que arcar com as responsabilidades é essencial para evitar perdas de dinheiro.

Entenda mais sobre seguros

Esse texto te ajudou a entender melhor sobre o Título de Capitalização?
Então curta e compartilhe com os seus amigos. Deixe também sua opinião ou dúvidas nos comentários. Estamos sempre atentos a tudo o que você nos fala.
Se quiser conhecer mais sobre soluções de seguros, garantias locatícias e serviços financeiros, siga-nos no Facebook .

Buscar

Receba conteúdos exclusivos

Cadastre-se em nossas newsletter
Categorias
Falar
Olá, precisando de ajuda?